[Reportagem] Jorge Fernando atuou no Centro Cultural de Belém

Escrito por em 14/02/2018


Jorge Fernando, que a 18 de fevereiro de 2016 foi nomeado Comendador da Ordem do Infante D. Henrique, apresentou-se na passada sexta-feira no palco do grande auditório do CCB.

Jorge Fernando - CCB - FADO

Acompanhado por diversos e talentosos músicos, abriu o concerto (palavra que ainda lhe causa alguma estranheza dizer, segundo referiu a dada altura) com “Chamam-lhe Fado”.

Neste espectáculo, que teve a duração de pouco mais de duas horas, houve de tudo: temas com interpretação emocionante como foi o caso de “Desalento”, “Boa Noite Solidão” ou “Quebranto”; temas mais alegres nos quais o fadista pediu a colaboração do público, que respondeu vivamente, como “Lobisomem”, “Bola P’rá Frente” e “Pode Ser Saudade”.

Jorge Fernando - CCB - FADO - mariza - Custódio Castelo

Jorge Fernando, Mariza e Custódio Castelo

Com 40 anos de carreira, ou “40 anos de fados, ou de música” como o próprio prefere referir, torna-se difícil escolher quais os êxitos a interpretar em cada concerto, mas de entre mais de 20 canções interpretadas naquela fria noite não faltaram “Trigueirinha” (fado que Jorge Fernando escreveu quando tinha 15 anos), “Valsa dos Amantes”, e o tão solicitado “Chuva” no qual Jorge Fernando contou com a presença de Mariza, e acompanhamento de Custódio Castelo que o acompanha desde sempre e esteve a seu lado em diversos momentos do concerto após a entrada brilhante a solo.

Jorge Fernando levantou também a ponta do véu no que diz respeito ao seu novo disco que será editado em breve, com “Lobisomem”, “Estranhamente”, “Desalento”, “O Pobre”, “Sr. Doutor” (com a participação de António Zambujo no disco) e “Bola P’rá Frente”.
A apresentação de alguns temas do novo álbum serviu também para a recepção da medalha de honra da SPA, entregue em mãos por Tozé Brito.

O público demonstrou bastante apreço pelo talento, pela dedicação e pela forma simples mas genial com que Jorge Fernando geriu o concerto e o guiou por entre os diversos temas criando um espectáculo bastante harmonioso e agradável, com diversos instantes de verdadeira interacção com o público.

Jorge Fernando fez questão de agradecer a diversas pessoas das mais distintas áreas e que estiveram ao seu lado, quer pessoalmente, quer profissional ao longo de todos estes anos, e principalmente fez questão de agradecer ao seu público que o acompanha e aclama, terminando o concerto com o épico “Umbadá”, tema que levou ao Festival RTP da Canção em 1985 e representar Portugal no Festival Eurovisão da Canção também em 1985.

Este tão aplaudido concerto contou com a brilhante presença de : José Manuel David no piano, Bruno Chaveiro e André Dias na guitarra portuguesa, António Barbosa no violino, Davide Zaccaria no violoncelo, Filipe Larsen no baixo e André Sousa Machado na percussão e também João Pina, David Cruz e Colton Benjamim nas vozes.

O espectáculo de luzes merece também ele uma referência especial pela simplicidade e coerência demonstrada em todos os minutos do evento.

Para Jorge Fernando faltam já palavras, mas ficam os votos de continuação de muitos mais anos no Fado e muitos sucessos, pois todos temos a ganhar com isso.

Publicado em madeinportugalmusica.pt | 2018-02-14 21:41:18

قالب وردپرس


Rádio Ondas de Portugal

A rádio dos melhores ouvintes do mundo

Current track
TITLE
ARTIST

Background
Bem-vindos!

O seu "GOSTO" nao lhe custa nada mas é importante para nós! Apoie os nossos patrocinadores, seguindo-os no Facebook.